Mês: fevereiro 2021 Page 1 of 24

Brasil tem recorde de mortes por covid-19 pelo terceiro dia seguido

 

O Brasil teve ontem (26) seu terceiro dia consecutivo com recorde diário de mortes por covid-19, na média móvel de sete dias, de acordo com o painel Monitora Covid da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Foi registrada nesta sexta-feira (26) a média móvel de 1.152 óbitos, maior número desde o início da pandemia, acima dos 1.148 do dia anterior e dos 1.123 de quarta-feira (24).

A média móvel de mortes de ontem é 8,2% maior do que 14 dias antes (1.065 óbitos) e 9,2% superior ao total de um mês antes (1.055).

Os casos, também segundo a média móvel de sete dias, chegaram a 53.422 por dia, 17,5% acima do número de 14 dias antes (45.470) e 4% acima dos casos diários de um mês antes (51.356).

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Prefeitura retoma vacinação de idosos por faixa etária contra a Covid-19 em São Luís

Com a chegada de novas doses da vacina AstraZeneca (9.210 doses), a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, retomou nesta quinta-feira (25), a vacinação de idosos por faixa etária contra a Covid-19, seguindo o calendário de vacinação. Hoje, os idosos de 83 anos foram vacinados; nesta sexta (26), será a vez dos idosos de 82 anos; no sábado (27), os de 81 anos; e, na próxima segunda (1º/03), serão atendidos os idosos de 80 anos. A estimativa é que sejam vacinados mais de 6 mil idosos nessa etapa.

É imprescindível que os idosos estejam cadastrados na plataforma Vacina São Luís, pois é por meio dela que podemos estimar a quantidade de idosos a serem vacinados por faixa etária e, assim, avançarmos em nosso cronograma de imunização”, ressalta o secretário municipal de saúde, Joel Nunes.

Simultaneamente, a Prefeitura está realizando a vacinação dos idosos acamados. Em média, 100 pessoas são vacinadas por dia.

Profissionais de saúde

Além dos idosos, os profissionais da Saúde continuam sendo vacinados com a segunda dose, para completar o ciclo de imunização. Os serviços para esse público estão sendo oferecidos no Centro Municipal de Vacinação (Multicenter Sebrae). O profissional precisa levar o cartão de vacinação e seu documento de identificação para receber a segunda dose do imunizante.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Maranhão recebe novas doses de vacinas CoronaVac

Mais um lote de vacinas contra a Covid-19 chegou ao Maranhão. Nesta quinta-feira (25), o Governo do Estado recebeu 29.600 doses da vacina CoronaVac. Este é o quarto lote do imunizante enviado ao estado e terá como público-alvo 24% das pessoas com 80 a 84 anos. O novo lote possibilitará a realização do ciclo completo de imunização em mais 14 mil pessoas nos 217 municípios maranhenses.

De acordo com a secretária adjunta da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Waldeise Pereira, o Governo do Estado continuará executando a mesma logística de distribuição, utilizando transporte aéreo para os lugares mais distantes e terrestre para os municípios próximos da Região Metropolitana. 

“Dessa forma, agilizamos o recebimento por parte dos municípios, para que os mesmos possam executar a sua atribuição, que é a realização da campanha de vacinação, e assim possamos atingir a cobertura preconizada pelo Ministério da Saúde”, pontua a secretária Waldeise Pereira. 

Conforme a orientação do Ministério da Saúde, será distribuída apenas a 1ª dose da vacina CoronaVac; a segunda será retida. Assim, quando chegar a data da segunda dose, uma nova remessa de vacina será enviada aos municípios para que seja garantido que aqueles que receberam a primeira dose, recebam também a segunda. 

Nesta quarta-feira (24), o estado já havia recebido 49.500 doses da vacina de Oxford/AstraZeneca, que começaram a ser distribuídas no mesmo dia. Nesta sexta-feira (26), será dada continuidade à distribuição dos imunizantes, incluindo novas doses da CoronaVac.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Prefeitura inicia recuperação de ruas e avenidas

O prefeito Eduardo Braide acompanhou, nesta quinta-feira (25), no bairro Chácara Brasil, o início da operação tapa-buracos que será realizada em ruas e avenidas de toda a cidade para melhorar a trafegabilidade e garantir mais segurança e mobilidade no trânsito de São Luís. As equipes da Prefeitura trabalharão de forma simultânea em diferentes pontos, recuperando o pavimento nos bairros e nos principais corredores de tráfego. O Anjo da Guarda, na área Itaqui-Bacanga, também recebeu os serviços nesta quinta-feira.

“Iniciamos hoje uma grande operação de recuperação de ruas e avenidas da nossa cidade. Estou acompanhando o trabalho de perto aqui na Chácara Brasil. Também já estamos com equipes no Anjo da Guarda e vamos seguir com outras frentes trabalhando em outros bairros ao mesmo tempo. Com isso, vamos melhorar a fluidez do trânsito da nossa cidade, diminuir o tempo de deslocamento, principalmente para quem utiliza o transporte coletivo, e garantir mais segurança para condutores e pedestres”, destacou o prefeito Eduardo Braide.

No bairro Chácara Brasil, os serviços foram iniciados pela Avenida Brasil, uma das principais da região. A via está bastante comprometida e com diversos trechos esburacados. O trabalho que está sendo realizado consiste na retirada do asfalto antigo no entorno do trecho danificado para que seja feita a recuperação do pavimento com a aplicação de asfalto novo. O trabalho é feito de forma ágil para garantir que as equipes possam avançar para outras vias com rapidez. A recuperação das ruas e avenidas do Chácara Brasil é uma demanda antiga da comunidade.

Segundo o titular da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), David Col Debella, o trabalho iniciado hoje se estenderá por cerca de cinco meses para que ruas e avenidas de diversos bairros da cidade sejam recuperadas. “O avanço da operação dependerá muito do ritmo das chuvas, mas vamos aproveitar ao máximo os dias ensolarados, como hoje, para avançar com a colocação do novo asfalto pela cidade. Por isso, trabalharemos com até cinco equipes de trabalho simultâneas em diversas partes de São Luís”, explicou.

Os locais que receberão os serviços já foram definidos a partir de mapeamento feito pela equipe da Semosp em conjunto com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT). Hoje, além da Chácara Brasil, as equipes da Prefeitura trabalharam na Avenida José Sarney, no Anjo da Guarda, área Itaqui-Bacanga; à noite, estarão nas avenidas Jerônimo de Albuquerque, Colares Moreira e Litorânea. Amanhã, os trabalhos começam no bairro Cidade Olímpica e se estenderão pela região da Cidade Operária.

Para evitar transtornos à população, os serviços serão executados durante o dia nos bairros. Já nas avenidas, o trabalho acontecerá à noite, quando o fluxo de veículos é menor.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Idosa que criava mais de 100 cães em casa é obrigada a se desfazer dos animais

A estimativa é que ela tenha mais de 100 cães e a quantidade elevada de animais causa transtornos para os vizinhos e oferece risco à saúde pública. A primeira etapa da decisão foi cumprida na manhã desta terça-feira, 23, com a captura e retirada de 15 cachorros.

Os animais foram levados para o Centro de Controle de Zoonoses onde serão examinados por uma equipe de veterinários, farão exames e posteriormente serão disponibilizados para adoção. A operação foi coordenada pelos promotores de justiça José Augusto Cutrim (Defesa do Idoso) e Cláudio Rebêlo Alencar (Defesa do Meio Ambiente).

A decisão da juíza Laysa Martins Mendes, da 7ª Vara da Fazenda Pública, determina que os animais sejam retirados progressivamente, a cada 20 dias, até restarem cinco. Também foi determinado que a idosa seja inserida em programa de acompanhamento por equipe multiprofissional da Rede de Atendimento Domiciliar e de Atenção Básica, bem como por profissionais da Coordenação da Saúde Mental do Município de São Luís para avaliação e tratamento médico e psicológico.

Além disso, o Município de São Luís é obrigado a providenciar relatório médico psiquiátrico da idosa com o objetivo de averiguar eventual transtorno de acumulação de animais ou outras doenças existentes.

http://

A ação contou com a participação de diversos órgãos públicos municipais de São Luís e do Estado do Maranhão, além de entidades da sociedade civil e pessoas da comunidade.

“Hoje verificamos a situação da salubridade do espaço e os cães recolhidos vão passar por exames e depois serão vacinados. Trata-se de uma medida necessária para garantir a saúde da idosa, dos animais e garantir um ambiente adequado para os vizinhos”, avaliou Cláudio Alencar.

Na avaliação do promotor de justiça Augusto Cutrim, a preocupação do MPMA foi assegurar o cumprimento da decisão judicial, com a retirada dos cães, mas também garantir a segurança da idosa, evitando que houvesse o impacto emocional ou na saúde dela.

“O que ficou constatado é que ali é um espaço onde os animais são maltratados e a idosa também. Estamos concluindo a investigação para saber quem leva esses animais, de que forma são alimentados e quem está administrando os recursos financeiros dela”, afirmou Cutrim.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Maranhão recebe segundo lote da vacina de Oxford/AstraZeneca

O Maranhão recebeu, nesta quarta-feira (24), o segundo lote da vacina de Oxford/AstraZeneca enviado pelo Ministério da Saúde. São 49.500 doses que serão distribuídas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) às Regionais de Saúde. A distribuição teve início ainda na tarde desta quarta-feira, quando foi entregue ao município de São Luís 9.210 doses do imunizante.  

Nesta quinta-feira (25), as vacinas serão distribuídas para os municípios de Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar e para a Regional de Saúde de Imperatriz. A partir de sexta-feira (26), os imunizantes serão encaminhados para os demais municípios maranhenses.  

Nesta etapa, a proposta é vacinar 8% dos trabalhadores da saúde e idosos de 85 a 89 anos.  

A secretária adjunta da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da SES, Waldeise Pereira, destaca que o estado manterá a logística de distribuição por via aérea e terrestre para agilizar o recebimento dos imunizantes por parte dos municípios.  

“Dessa forma, os municípios podem dar continuidade às suas campanhas, fazendo a aplicação das doses o mais rápido possível, imunizando a população do público-alvo definido pelo Ministério da Saúde. Além de agilizar a entrega, o Governo do Estado vem colocando profissionais da Força Estadual de Saúde para dar apoio aos municípios com maior fragilidade na logística”, afirma a secretária Waldeise Pereira. 

Como a aplicação da segunda dose da AstraZeneca é realizada após 120 dias da primeira aplicação, neste novo lote, também não haverá retenção de doses. Dessa forma, todas as doses serão distribuídas aos municípios maranhenses para a aplicação da primeira dose no público-alvo definido pelo Ministério da Saúde. 

“Chegando às Regionais de Saúde, as vacinas são enviadas por via terrestre através de vans refrigeradas específicas para a distribuição de imunobiológicos até os seus municípios. Após a entrega, cada município será responsável pela execução da sua campanha e distribuição até os pontos de vacinação”, pontua a superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES, Tayara Costa Pereira. 

Nesta quarta (24), será finalizada a distribuição da segunda dose da CoronaVac aos municípios. Desde o início da vacinação, o Maranhão já recebeu um total de 356.040 doses de vacinas contra a Covid-19. Destas, 258.040 foram da CoronaVac, enviadas ao estado através de 3 lotes, e 98.000 da vacina de Oxford/AstraZeneca, enviadas através de dois lotes.  

Mais doses

De acordo com o Ministério da Saúde, o Maranhão receberá mais uma remessa de vacinas esta semana. Nesta quinta-feira (25), mais 29.600 doses da CoronaVac devem chegar ao estado.  

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Page 1 of 24

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén