De acordo com dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência nessa terça-feira (30), foram criados no Maranhão, no acumulado de janeiro a outubro de 2021, 37.465 postos de trabalho com carteira assinada.

Para Simplício Araújo, secretário de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), este dado importante do Maranhão se deve as ações estratégicas realizadas pelo Governo do Estado para enfrentar a pandemia da Covid-19 e criar oportunidades em todo o território maranhense.

“Importantes iniciativas, como o Trabalho Jovem e o Cidade Empreendedora, ambos coordenados pela Seinc, têm possibilitado destaques importantes na economia do Maranhão”, afirmou o secretário.

Segundo o Caged, no acumulado do ano, o setor de Serviços gerou 16.917 empregos formais. Já no Comércio, foram 8.701 postos de trabalho criados – na construção civil, 6.869 vagas foram geradas. Também se destacaram os setores agropecuário e industrial – o primeiro com 2.615 vagas criadas e o segundo com 2.363 novos postos (ambos com carteira assinada).

Os dados divulgados pelo Caged apontam, ainda, que no mês de outubro de 2021, 4.479 vagas formais foram geradas em todo o Maranhão – 2.140 destes postos de trabalho correspondentes ao setor de Serviços.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio