Categoria: Crime Page 1 of 16

Polícia Civil deflagra operação contra pirataria de livros na Grande Ilha

Nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (30), uma operação deflagrada pela Polícia Civil do Maranhão, batizada como “Operação Last Page” que tem como objetivo de reprimir crimes praticados contra a propriedade intelectual por meio de livros e violação de direitos autorais. A operação foi deflagrada simultaneamente pelas Polícias Civis dos estados do Maranhão, Espirito Santo, Minas Gerais e Paraná.

No Maranhão, a operação foi deflagrada pelo Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos (DCCT/SEIC), na capital maranhense, São Luís e em São José de Ribamar, onde foram cumpridos 02 mandados de busca e apreensão, além do bloqueio e desindexação em opções de busca de 01 site web.

Segundo o delegado Guilherme Campelo, foram cumpridos por determinação judicial, mandados de busca e apreensão, bloqueio e/ou suspensão/desindexação de sites e exclusão de perfis em plataformas de redes sociais. Ao todo foram cumpridos 06 mandados de busca e realizado o bloqueio de 04 sites nos quatro estados alvos da operação.

Operação Last Page: De origem inglesa, o termo significa “última página”. Dessa forma, o nome da operação faz alusão ao ato de encerrar a leitura do livro, que ao chegar na última página é fechado, tal como ocorrerá com os sites alvos da operação que divulgam obras sem autorização dos autores.

Preso autor de homicídio ocorrido dentro de coletivo, na zona rural de São Luís

Na última quarta-feira(29), um mandado de prisão temporária foi cumprido pela Polícia Civil do Maranhão contra um homem investigado por ser o autor do crime de latrocínio que vitimou Wellington Rosa da Silva, morto por um disparo de arma de fogo, dentro de um coletivo na BR-135, em São Luís, no dia 16 de abril deste ano. A prisão foi realizada por policiais militares da Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos (DIAE).

O Departamento de Proteção à Pessoa (DPP/SHPP) através de uma minuciosa investigação já havia identificado o autor do crime, inclusive solicitando a expedição do mandado de prisão, mas o investigado passou a ser um foragido. Em seu interrogatório, realizado na sede da SHPP, o preso confessou a autoria delitiva e deu mais detalhes a respeito das circunstâncias do fato.

Após prestar mais esclarecimentos e de ser submetido aos trâmites legais, o investigado foi levado ao sistema prisional onde dever permanecer preso à disposição do Poder Judiciário.

Justiça decreta prisão de procurador que agrediu colega

A Justiça de São Paulo decretou nesta quarta-feira (22) a prisão temporária do procurador municipal de Registro (SP) Demétrius Oliveira de Macedo que agrediu, no início da semana, a também procuradora da cidade, e sua chefe, Gabriela Samadello Monteiro de Barros. O pedido de prisão foi feito pela Polícia Civil. Até o final da tarde, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o procurador permanecia foragido.

Macedo deu socos, chutes, e xingou a procuradora dentro do ambiente de trabalho. A procuradora foi ferida na cabeça. A ação foi filmada por funcionários da prefeitura. O inquérito policial instaurado para apurar o caso reuniu fotos e vídeos da agressão, além do depoimento da procuradora-geral, para fundamentar o pedido de prisão preventiva.

Antes da agressão à colega, um processo administrativo já havia sido aberto contra Macedo para apurar denúncias de hostilidade com outra funcionária da repartição. A servidora tinha relatado que estava com medo de trabalhar no mesmo ambiente que o procurador. Da Agência Brasil.

Mulher assassinada pelo marido em Dom Pedro postou versículos da Bíblica, um dia antes de morrer

Um dia antes de ser assassinada, Ianca Amaral postou versículos da Bíblia, em uma rede social, que falam em amor, paz e a ira. 

ROMANOS 12:17-19

17- A ninguém devolvei mal por mal. Procurai proceder corretamente diante de todas as pessoas”.

18- Empreendei todos os esforços para

viver em paz com todos.

19- Amados, jamais procurai vingar-vos

a vós mesmos, mas entregai a ira a Deus,

pois está escrito: Minha é a vingança! Eu

retribuirei” declarou o SENHOR.

Entenda o caso

O empresário e marido da vítima, Rony Veras Nogueira, 41 anos, matou Ianca Amaral, com vários tiros. O crime ocorreu por volta das às 21h40, na residência do casal, localizado na Avenida Gonçalves Dias,  em Dom Pedro. 

Ainda não se sabe qual a motivação do crime. O autor dos disparos permaneceu trancado em um dos cômodos da casa e depois fugiu. Rony e Ianca se casaram no ano passado e tinham uma filha. Rony Veras Nogueira é dono do Posto e Churrascaria Royal localizado às margens da BR-135 em Dom Pedro.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Presos membros de grupo de extermínio que atuava na baixada maranhense

No último sábado(26), cinco mandados de prisão preventiva foram cumpridos pela Polícia Civil do Maranhão contra suspeitos de integrarem um grupo de extermínio que atuava na Região da Baixada Maranhense. Segundo à Superintendência Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (SHPP), o grupo seria responsável por pelos menos 28 mortes ocorridas nos últimos dois anos na região.

Os alvos dos mandados de prisão já estavam presos em presídios das cidades de Pinheiro e São Luís, após uma megaoperação realizada no dia 27 de janeiro deste ano, que resultou inclusive na prisão de uma policial militar, investigado de integrar o bando criminoso. Com a ação policial, foi possível desarticular a organização criminosa que disseminava o medo por onde passava. Em um dos atos criminosos do bando, ocorrido em 2020, a vítima foi morta com 12 disparos de arma de fogo, em uma rodovia, na cidade de Peri Mirim.

As investigações continuam sob a competência do Departamento de Homicídios do Interior, no intuito de identificar outros possíveis membros do grupo criminoso, além de reduzir o número de crimes contra a vida na Baixada Maranhense.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Assaltante que esfaqueou cobradora de ônibus, é preso em São Luís

Foi preso pela Polícia Civil do Maranhão, na tarde da última segunda-feira(21), um homem acusado pelo crime de roubo praticado contra um ônibus do sistema público de transporte, em São Luís. A prisão que é definitiva, foi executada no bairro do Maracanã, zona rural da capital, por investigadores da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC / Seccional Norte).

Segundo o delegado Maurício Matos, na noite do dia 29 de outubro de 2018, o preso entrou no ônibus infiltrado de passageiro, quando, em dado momento do percurso na Avenida dos Africanos, se aproximou da cobradora do coletivo no intuito de abrir a gaveta e subtrair a renda financeira, sendo impedido pela funcionária que teve uma de suas mãos ferida por uma arma branca que o criminoso portava.

O preso foi apresentado na delegacia para ser submetido aos tramites exigidos e, em seguida, encaminhado ao Sistema Penitenciário Pedrinhas, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Page 1 of 16

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén