Categoria: Prisão Page 1 of 5

Justiça autoriza saída temporária de quase 700 presos na semana santa

A 1ª Vara de Execuções Penais da Comarca da Ilha de São Luís divulgou a lista com os nomes dos 696 apenados do regime semiaberto, com direito à saída temporária da Semana Santa de 2022. Os beneficiados foram autorizados a sair às 9h desta quarta-feira (13), devendo retornar aos estabelecimentos prisionais até as 18h do dia 19 de abril (terça-feira).

A unidade judiciária encaminhou ofício à Secretaria de Estado de Administração Penitenciária para providências. O juiz auxiliar Thales Ribeiro de Andrade, respondendo pela 1ª Vara de Execuções Penais, também determinou que os dirigentes dos estabelecimentos prisionais da Comarca da Grande Ilha de São Luís comuniquem à VEP, até as 12h, do dia 22 de abril, o retorno dos internos e/ou eventuais alterações.

Por preencherem os requisitos dos artigos 122 e 123 da Lei de Execução Penal, os apenados, se por outros motivos não estiverem presos, foram autorizados a sair das unidades prisionais, para visita aos seus familiares, durante o período da Semana Santa. Conforme a legislação, não terá direito à saída a pessoa condenada que cumpre pena por praticar crime hediondo com resultado morte (§ 2º, incluído pela Lei nº 13.964, de 2019).

Os beneficiados devem cumprir várias restrições como não frequentar festas, bares e similares, entre outras determinações.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Polícia cumpre mandado de prisão contra homem que cometeu estupros e tentativa de feminicídio

A Polícia Civil do Maranhão, na última terça-feira(5), deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva contra um homem de 34 anos de idade, acusado de ter estuprado e tentado matar uma adolescente de 16 anos de idade, na região do bairro da Cohama, em São Luís. O crime ocorreu no dia 28 de fevereiro deste ano.

As investigações estão sendo coordenadas pelo Departamento de Feminicídio da Superintendência de Homicídios e de Proteção à Pessoas (SHPP) que, após constatar a autoria do crime, solicitou a expedição do mandado de prisão.

O alvo do mandado de prisão já estava preso desde o último dia 02 de março, após à Polícia Militar o prender em flagrante por estuprar uma mulher nas proximidades do bairro do Angelim. A vítima se deslocava para seu trabalho quando foi abordada pelo indivíduo que a obrigou a entrar em uma área de vegetação, onde consumou o ato sexual.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Ministério Público denuncia casal por tentativa de homicídio triplamente qualificado

O Ministério Público do Maranhão ofereceu Denúncia nesta quarta-feira, 26, contra Jhonnatan Silva Barbosa e Ana Paula Costa Vidal por tentativa de homicídio triplamente qualificado. O casal agrediu o jovem Gabriel da Silva Nascimento na manhã do dia 18 de dezembro, com a intenção de matá-lo, conforme a Denúncia. O assassinato só não foi consumado porque um vizinho impediu as agressões. A pena para o crime é de 12 a 30 anos de prisão, de acordo com o Código Penal.

A Denúncia foi proposta pela titular da 1ª Promotoria de Justiça Criminal de Açailândia, Fabiana Santalucia Fernandes, que teve como base as investigações da Polícia Civil.

A promotora de justiça ressalta que os delitos cometidos pelos acusados são tipificados como tentativa de homicídio triplamente qualificado, já que tentaram asfixiar a vítima por motivo torpe, dificultando sua defesa, o que não levou à morte do jovem porque houve interferência.

Gabriel Nascimento foi abordado pelos agressores, sob a alegação de que o confundiram com um criminoso. Jhonnatan Silva Barbosa e Ana Paula Costa Vidal abordaram e agrediram o rapaz por acharem que ele estivesse furtando o próprio carro.

Após diversas agressões e tentativas da vítima de explicar que o carro era dele, um dos vizinhos interveio e confirmou a versão de Gabriel, esclarecendo, inclusive, que ele era morador do local. Jhonnatan Silva e Ana Paula Costa, no entanto, só cessaram as agressões após o vizinho insistir várias vezes na defesa da vítima.

“Os agressores perguntaram à vítima o que ele estava fazendo. Em vez de ao menos tentar confirmar as informações, passaram a desferir covardemente diversos empurrões, socos e chutes contra ele, tentando claramente matá-lo por motivo torpe, fulcrado em preconceito de raça/cor, com emprego de asfixia e mediante recurso que dificultou sua defesa. Estas condutas configuram crime triplamente qualificado”, ressalta a promotora de justiça Fabiana Santalucia Fernandes.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Polícia desmonta esquema de agiotagem em São Luís

Uma ação da Polícia Civil do Maranhão batizada de “Operação Mihnea”, foi deflagrada na manhã desta sexta-feira(21). Tal ação, tinha como objetivo cumprir mandados de busca e apreensão contra endereços alvos de uma investigação que apura o crime de agiotagem na capital maranhense, São Luís.

As investigações que são do 4º Distrito Policial do Vinhais, teve como ponto de partida um inquérito instaurado que apura o fato de veículos alugados estariam sendo entregues a agiotas como forma de garantia de empréstimos.

Durante a operação, os policiais localizaram um imóvel no bairro do Olho d’Água que segundo as investigações servia como depósito de automóveis dados em garantia de empréstimos ilegais junto aos agiotas. Na ação, veículos foram apreendidos que posteriormente devem passar por um perícia. Não houve prisão e a investigação prossegue com objetivo de identificar todos os envolvidos.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Operação das polícias do MA e RN prende suspeito de roubo de carga

Em mais uma fase da “Operação Conexão” deflagrada na última terça-feira(4), a Polícia Civil do Maranhão com apoio da Polícia Civil do Rio Grande do Norte cumpriu, o sexto mandado de prisão preventiva contra mais um motorista investigado de integrar uma organização criminosa especializada em furto de cargas, as quais transportam, repassando estas diretamente a receptadores, tal golpe é conhecido no meio policial como “Chave de Mão”.

O preso, de 42 anos de idade, foi localizado e preso na cidade de Canguaretama, no Rio Grande do Norte é investigado de ter subtraído uma carga de colchões avaliada em mais de 34 mil reais.

A operação que é coordenada pelo Departamento de Combate ao Roubo de Cargas (DCRC/SEIC) já identificou até o momento 14 motoristas investigados por integrar a organização criminosa especializada neste tipo de crime, atuando em vários estados da federação.

A Polícia Civil do Maranhão mantém as investigações com intuito de capturar outros integrantes suspeitos de integrar tal organização criminosa. Após os procedimentos legais, o preso foi encaminhado para o sistema prisional permanecendo a disposição do Poder Judiciário.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Preso falso médico que atuava em unidade de saúde de Itinga do Maranhão

Na cidade de Itinga do Maranhão , um trabalho realizado pela Polícia Civil do Maranhão na manhã desta sexta-feira (3) , conseguiu prender um homem pela prática dos crimes de exercício ilegal da medicina e falsa identidade.

Segundo a Delegacia de Polícia Civil de Itinga, há cerca de 20 dias denúncias chegaram ao conhecimento da autoridade policial informando que havia um falso médico atuando no Hospital Municipal da cidade e que o mesmo utilizava o carimbo de um profissional devidamente inscrito no Conselho Regional de Medicina.

Diante da denúncia, a Polícia Civil Itinga passou a realizar uma investigação preliminar sobre o fato e constatou que o carimbo utilizado pelo suposto falso médico pertencia a um profissional que atua em Belém, capital do Pará,com especialização em ginecologia e obstetrícia, o que levantou suspeita.

O crime foi constatado durante uma operação contra o tráfico de drogas, que ocasionou na prisão de três homens. Os presos foram encaminhados para realização de exame de corpo de delito no hospital municipal da cidade e, logo após, a equipe policial Itinguense constatou que o carimbo que constava nos referidos exames se tratava do suposto “falso médico”.

Como a Polícia Civil já possuía fotografias do médico que usava o CRM falso, os policiais fizeram comparação e constataram que não se tratava de tal pessoa.

O fato foi comunicado a autoridade policial, que imediatamente se dirigiu ao hospital com as equipes, onde conversaram com o suposto médico de plantão e informaram acerca da investigação preliminar em andamento. O suposto médico confessou o crime, relatando que utilizava o carimbo de um profissional da área devido ter se formado no País do Paraguai e não ter realizado a prova do revalida.

No hospital foram apreendidos o carimbo utilizado pelo conduzido, bem como tirado cópias de fichas de atendimentos realizados pelo mesmo que recebeu voz de prisão em flagrante e que foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Itinga do Maranhão, onde foi autuado e posto em liberdade após recolhimento de fiança criminal no valor de 7 mil reais.

Todo trabalho policial foi deflagrado por investigadores da Delegacia de Polícia de Itinga do Maranhão com apoio da Delegacia Regional de Açailândia e da Polícia Civil do Estado do Pará, por intermédio da Delegacia de Polícia de Dom Eliseu.

Blog Noticiar – por Olavo Sampaio

Page 1 of 5

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén